Páginas

domingo, 23 de janeiro de 2011

Retirantes

"Tantos negros que sofreram,que morreram, agonizaram e definharam,em cada tronco,em cada senzala,fazenda ou enormes casas grandes.Negros que trabalharam e sustentaram o nossos país, por tantos e tantos anos,deixando suas pátrias,como reis, príncipes,duques e duquesas,para serem tratados pior do que qualquer animal,em outra terra,outro lugar,outro continente."(Willivan)


Vida de negro é difícil
É difícil como quê

Eu quero morrer de noite
Na tocaia me matar
Eu quero morrer de açoite
Se tu nega me deixar

Vida de negro é difícil
É difícil como quê

Meu amor, eu vou m’embora
Nessa terra vou morrer
O dia não vou mais ver
Nunca mais eu vou te ver

Vida de negro é difícil
É difícil como quê.

Nenhum comentário:

Postar um comentário