Páginas

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Serpente do mal

Oh!Sua serpente do mal.



No dia que pegaste,eu,a tua cauda,cortarei e tirarei tua vida.
Cortando cada pedaço,cada parte,cada cada.
No dia de tua morte farei a festa com os melhores perfumes das melhores flores.

Com as melhores fitas, enrolarei teu cabelo,cortarei teus dedos e comerei teus rins.
Oh!Sua serpente do mal.
Pegarei tua ureia e levarei tua face.
E ao celebrar a tua morte,beberei o melhor espumante misturado ao teu sangue.
Por fim,escarrarei em teu túmulo.
Oh!Sua serpente do mal.
O mal que me mata e o mesmo mal que me cura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário