Páginas

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Brincadeirinha

66           


#Tag

Olá pessoal! 
Hoje estou aqui pra fazer essa brincadeira que eu recebi de uma leitora do blog, a REJANE FERREIRA. Vamos lá...



11 Perguntas/Respostas:

01 - A quanto tempo você tem seu blog?

Há um ano.

02 - Por que resolveu ter um blog?

Para expressar as minha ideias.

03 -  Se você fosse um bicho, qual bicho seria?

Para falar a verdade,eu não sei.

04 - O que você mais gosta em uma pessoa?

A simpatia.

05 - O que você não suporta nos outros?

A soberba.

06 - Tem alguma mania, qual?

Escutar música ,sempre.

07 - Qual sua cor preferida?

Preto

08 - Pra você, qual é o sentimento mais importante?

A adoração,à Deus.

09 - Do que você tem medo?

Dos Humanos

10 - Sua maior qualidade e seu maior defeito?

Personalidade forte e a impenetrabilidade.

11 - Uma frase?

"Apresa-te a viver e pensa que cada dia,por si só,é uma vida"


sábado, 25 de fevereiro de 2012

A caroneira do Muchila

65                          

Segunda parte de  ''A periquita do Papagaio''.

Quando se deparou com a cena dos dois aos beijos, num maior rala e rola, o Papagaio pensou em desatar no choro, mas segurou com firmeza a sua macheza e mostrou que era nordestino autêntico. Pegou a peixeira e mandou que o macho viesse roça e e beijar na ponta da faca afiada. Resultado:a periquita  não bateu as asas, saiu correndo.


Foi morar e se abrigar na casa da comadre, no Muchila, e  logo viu que se quisesse viver, aquele não seria o seu lugar. Juntou algumas mudas  de roupas, que conseguiu no pouco tempo que ficou por lá, colocou em uma mochila e foi para a pista.


Destinada pedir carona ao primeiro que passasse, subiu as saias, desceu o decote, passou batom e estava pronta um nova mulher.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A periquita do Papagaio

64                                


Eis então a nossa traidora. A periquita do Papagaio. Periquita é uma jovem moça que é concubinada com um senhor, um velho: o senhor Papagaio. Os dois moram no bairro do papagaio em cima se sua padaria,a padaria do Papagaio.

A jovem tem a função  de ficar no balcão e quando estende-se para limpá-lo, todos vêem  seu lindo decote. Os homens do café,do lanche e das outras merendas ficam loucos, delirante, pelas suas partes. Além do lindo decote, eles apreciam as lindas pernas, o lindo corpo, enfim, a linda mulher.

Louco para matar a sua sede,com a ausência do papagaio, Bodão convidou-a para um cafezinho e ela com um jeito meigo disse que queria, na verdade, outras coisas. Bodão não era um homem de se jogar fora,afinal todas as mulheres caiam louca por ele,pelos seus músculos,pernas e tronco. Quando viu-se,o balcão estava vazio e os dois  aos beijos,lá,dando fogo ao forno. A coisa ficou tão quente que a periquita voou  e foi para longe e os dois ficaram no prazer de vê-la voando e distraídos foram pegos, inesperadamente pelo Papagaio.


Continua....                                                     

Um heroína de grávida

63                     
De um vez só nasceram 11 crianças. 
Durante nove meses ela carregou onze crianças em sua barriga.
Um sacrifício...
Mas agora são 11 alegrias.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Nova Logomarca do EDB

Novidades, aqui no Escritor de Brinquedo !
Hoje está sendo lançada a nova logo do edb, mas ela não será utilizada imediatamente. Depois de várias transformações de formatos, de projetos e de layout, finalmente a logo será utilizada em definitivo.

Para fazê-la eu utilizei apenas o power-point e seus atributos. Inspirei-me na logo do Google Chrome e na nova logo da Rede Record.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

A depilada do Campo Limpo



#61


Olá, a nossa próxima aventureira é Jaque. Linda, maravilhosa, boca carnuda, olhos grandes, verdes; com cabelos ondulados e pele morena. A principal característica ainda falta: virgem; e não é de signo. Mas essa marca virginiana, iria desaparecer de seu currículo de gostosura. Ela marcou um rapidinha, com um certo carinha, que conheceu a algum tempo e depois foi,imediatamente,procurar na internet  métodos de deixa-lo louco e viu que para impressionar teria que ficar raspadinha.

Inexperiente, foi fazendo o que achava certo e a depilação chegou ao fim, com todos os pelos ao chão, sobre um tapete. Decidida de livrar-se dos pelinhos sacudiu o carpete pela janela e um longo e forte vento espalhou cada pelinho pelo jardim do condomínio, caindo sobre  as pessoas que olhavam para cima,tentando ver e decifrar a mau-feitora. 

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

A bronzeada da morada do sol

#60

Sol, praia, em Salvador: capital. Depois de exibir seu corpo esbelto pelas areias e pelo mar, depois de ficar cansada de tanto pular onda e de tanto mergulhar, a nossa musa do corpo de violão e com curvas perfeitas deita para tomar um sol, pegar uma cor, um bronzeado.
Quando menos ela esperava o sono veio e  possuiu-a, dormiu de sonhar, de babar e de ficar toda queimadinha, toda assadinha e o resto vocês, é claro, já sabem.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

A desiludida da nova esperança


#59

Já começamos com a nossa protagonista morta,  imóvel, gelada. O funeral da morta era simples, tranquilo e não havia muita rezas. Uma vez ou outra surgia uma desconhecida, chorando, se jogava sobre o cachão. Assim aconteceu o funeral, minutos após minuto e durante todo o velório,quando a calma e a paz pareciam estaladas no ambiente vinha um ou outro, no pranto, no choro.

O cachão foi fechado e o cortejo aconteceu tranquilamente, da casa até o cemitério, nesse momento não houve choros , mas todos encenavam que estavam consternados com a perda.Uma pequena palavra,de unção extrema,e no momento de descer o caixão, três batidas foram ouvidas e um silêncio permaneceu,até perceberem que o barulho vinha do dormitório da morta; a morta estava mais viva do que nunca.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

A corcunda do Calumbi


#58

Essa é a nossa corcunda, a Edmunda. Quando adolescente cresceu tanto que dobrou e envergou, mas a sua inteligencia era a melhor coisa que possuía. Ainda moça, universitária, ganhou uma bolsa e foi estudar em Portugal, lá casou, viuvou, casou novamente e ficou viúva de novo.
Neste momento a sua vida parecia tão madrasta que ela  decidiu ditar as regras do jogo, voltou para a cidade e para a mesma casa,pensando na possibilidade de ganhar outro marido. Assim, como ela pensou, aconteceu e o novo marido parecia  um príncipe de educado, inteligente.
Tudo pronto para o casamento, ela entrou, casou, festejou e foi para a sua lua-de-mel, onde fez milhares de coisas, e por fim, no dia  seguinte, quando acordou, ela beijou os lábios frios do marido, beijou a morte. 

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

A esportista da Vila Olímpia


#57

Antes de tudo, essa é a mais heroica  do nosso conjunto de divas. Chamaremos-a de Baby, que não é apenas uma campeã dos esportes, desde que nasceu foi uma recordista da vida. Dou-lhe estas qualificações porque Baby é uma para-campeã, uma deficiente visual competidora de atletismo.
Todos os dias, pela tardinha, a jovem sai pelas ruas do Vila para treinar e correndo pelo condomínio e pelas ruas adjacentes, sempre tentando manter o ritmo com o relógio pronto para despertar na hora apropriada de voltar.
Com belo sentido direcional, nunca se perdeu  e muito menos  obteve problemas em seus treinos diários. Porém, no dia  de azar, assim que saiu do condomínio  ela encontrou uma manifestação que engoliu-a e acabou fazendo a garota ficar no meio de uma confusão, totalmente desesperada, sem destino.
Ninguém percebia que ela era cega e que não tinha o por que de estar naquela manifestação. Se esbarrando em todos, pisando, empurrando, sendo empurrada, quando de repente ouviu:
 -Polícia!
E todos correram casa uma para diferetes sentidos e em um só impulso. Ela ficou parada, imóvel e depois de segundos desatou a chorar, lágrimas que comoveram a polícia que a ajudou voltar para casa.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

A piriguete do Aviário


#56

Estamos falando da Flávia,uma pura e autêntica piriguete,sendo isso o que ela diz.Mini-saia,top,piercing,,salto alto e uma bela e pequena bolsa;são os trajes e vestes  do dia-a-dia que se completam com um  gingado carioca na  fala de uma nordestina que nunca saiu da cidade.
Ela é conhecida como a pega todos de luxo.No bairro ,ninguém,nunca provou de seu sabor,mas a sua fama é grande,é enorme.Todos os dias os homens do bairro comentam os feitos da garota nos bairros vizinhos,na noite anterior.Os comentários passam de boca em boca e vão aumentando e ganhando prorções e a garota,é claro,adora tais comentários.
Mas toda essa fama acabaria numa estranha noite.Emanuel,um dos muitos  que sempre quiseram provar da sua fruta,planejou um ataque para matar o desejo e assim ele consegui apreende-lá e ficar só,ele e ela,juntinhos.
A pobre inocente,é claro,resistiu aos encantos dele,mas gradativamente foi-se  entregando aos seus beijos,as pegadas e ao calor daquele corpo,mas quando ele abriu a caixa de bombons,teve uma surpresa,viu algo inesperado.Não pode ser,pensou ele;mas era,acoitada não era uma tal piriguete,na verdade era uma tremenda de uma virgem.



segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

A dama de ferro da Serraria Brasil


#55

Não pense você que falamos de uma mulher medieval,ela é contemporânea,mas esconde-se no seu castelo,uma linda casa;a casa preta da Serraria Brasil.
Os jovens adultos,de hoje,cresceram cercados e curiosos pelo mistério que havia dentro da casa,afinal era uma mega mansão toda pintada de preto e jamais nenhuma pessoa foi vista andando pela área externa.Tudo que se sabia era que lá vivia a viúva Cathy,mas ela nunca foi vista e jamais descrita.
Acreditava-se que era uma velha corconda e heia de verrugas que  praticava a arte da bruxaria.Numa certa manhã,todos ficaram perplexos com a nova pintura do grande portão,que se encontrava na cor  branca,contrastando com toda a casa.Dia após dia uma nova cor era acrescentada e depois de um ano a pintura estava completamente mudada.
Na primeira tarde,no pôr-do sol ,após a nova pintura,o grande portão estava aberto e todos os moveis foi posto para fora e colocados em caminhões.No final,todos os caminhões foram fechados e ,ao olhar de todos da vizinhança,um carro de passeio estacionou em frente ao grande portão e ,viu-se surgir,da porta um a mulher alta,cabelos pretos e longos,de óculos escuros,pele negra,de salto e vestido elegante ao joelho.
Toda aquela beleza encantou os homens,as mulheres e as crianças,quebrando o mistério e o segredo.A linda mulher entrou no carro,fechou e partiu,nunca mais voltando ali.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Acabou 1964

#54
Minha querida,Liliam Sampaio,fez um protesto em seu blog e desta forma eu resolvi fazer uma re-postagem...




p.s.: querem mandar no que eu escrevo.

 Acabou 1964, viu?
 E não apago e não edito nada!

Tempos modernos...

#53
Antes que pensem que eu estou falando do filme de Charles Chaplin,digo logo que estou falando dos novos tempos que se iniciarão aqui,no Escritor de Brinquedo.Tudo isso devido a minha aprovação no vestibular Prosel2012.1.Isso mesmo,fui aprovado na minha primeira  seleção que fiz e estou muito contente.Na UEFS,universidade que fui aprovado, irei apender muitas coisas e com todas as aprendizagens trarei temas legais para debates,afinal agora sou um HISTORIADOR!

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Amigos invisíveis

#52 Quantas vezes brinquei com amigos invisíveis  e com eles briguei sem ter uma discussão?Na verdade,não sei a resposta que nesse caso seria insignificante,pois uma amizade se constrói de momentos belos e não pelo número de brigas  e de momentos infortunos.Muitas vezes voei com asas inexistentes,mas nem por isso caí e também não cheguei ao céu.Cheguei aos meus sonhos e neles decolei novamente,pousei e depois segue caminhando,até hoje...