Páginas

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A periquita do Papagaio

64                                


Eis então a nossa traidora. A periquita do Papagaio. Periquita é uma jovem moça que é concubinada com um senhor, um velho: o senhor Papagaio. Os dois moram no bairro do papagaio em cima se sua padaria,a padaria do Papagaio.

A jovem tem a função  de ficar no balcão e quando estende-se para limpá-lo, todos vêem  seu lindo decote. Os homens do café,do lanche e das outras merendas ficam loucos, delirante, pelas suas partes. Além do lindo decote, eles apreciam as lindas pernas, o lindo corpo, enfim, a linda mulher.

Louco para matar a sua sede,com a ausência do papagaio, Bodão convidou-a para um cafezinho e ela com um jeito meigo disse que queria, na verdade, outras coisas. Bodão não era um homem de se jogar fora,afinal todas as mulheres caiam louca por ele,pelos seus músculos,pernas e tronco. Quando viu-se,o balcão estava vazio e os dois  aos beijos,lá,dando fogo ao forno. A coisa ficou tão quente que a periquita voou  e foi para longe e os dois ficaram no prazer de vê-la voando e distraídos foram pegos, inesperadamente pelo Papagaio.


Continua....                                                     

5 comentários:

  1. Respostas
    1. Chega a ser uma aberração...um papagaio com chifres...

      Excluir
  2. maravilhosa a história, gostei muito!parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
  3. Que periquita danada, essa. Pelo menos formam pegos... quero ver como continua essa história!
    Interessante a história e o blog, parabéns!
    Bj e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois,ainda hoje sai a segunda parte desta história,fique ligada aqui no EDB

      Excluir